!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Transitional//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-transitional.dtd"> Calma Penada: Novembro 2006

Calma Penada


«O optimismo é uma preguiça do espírito». E. Herriot. + «Uma assombração que se preza não pode ser preguiçosa. Buuuh!». O Fantasma do Misantropo.


quarta-feira, novembro 29, 2006

A Couraça Natural

.


Dos Génios indiscutíveis que a pintura italiana deu, Giovanni Bellini ocupa lugar maior. Lembro-me de ter tomado contacto com ele e com a família na pouco adiantada adolescência, após uma menção ao número dos Artistas do nome em «Brideshead Revisited». A partir daí fui-me documentando e aprofundando um pouco o conhecimento da obra do maior desta fecunda parentela. Este quadro, de temática não-hagiográfica, é um dos meus preferidos: «A Falsidade» parte da quádrupla alegoria. Apesar de o saber objecto de interpretações desencontradas, sempre me deixei ir no suave embalo da especulação sobre onde encontrar a concha que transmitisse aos mais aptos dos humanos a virtude da resistência à pequena traição de cada dia, tão enraizada como fera rampante ao virar de cada esquina. Foi num 29 de Novembro que o sagaz retratista desta ânsia de ultrapassar a vulnerabilidade, sem a artificialidade da desconfiança, nasceu.

terça-feira, novembro 28, 2006

Genealogia da Prova

.


Querida Marta:
Descobri num alfarrábio esta gravura de uma feminina e seiscentista prova de sapatos que, gostosamente, Lhe dedico, como reconhecimento do belo post que nos deu sobre o tema.

 Posted by Picasa

segunda-feira, novembro 27, 2006

O Descanso Negado

.


A imaginação pouco tranquilizadora de Randy Post deu-nos este «Ichorid», uma criatura não-humana mas ameaçadora para a nossa espécie, segundo o próprio, depois de se ter regalado com corpos humanos encontrados em túmulos que violara. Chegam-nos de Marselha notícias cuja recorrência quase assume as proporções da fatalidade, de haverem sido profanadas bastantes tumbas cristãs, sem que o motivo tenha sido assumido pelos autores da proeza. É, evidentemente a cobarde tentativa de incomodar os vivos, agindo sobre quem se não pode defender, no caso os que já partiram deste mundo. Não tem o caso as tintagens da necrofilia, mas sempre que oiço tristes novas destas, acode-me a lembrança do conto «A Morta», de Eça, em que um bicho vingador se reveste das roupagens justiceiras. Não são estes dsprezíveis indivíduos parecidos com o ente repulsivo aqui dado?

domingo, novembro 26, 2006

A Fúria Como Decadência

.

Que não se diga que é inerente ao Islão. Entre os Árabes, ainda na primeira metade do Século XX, ao menos os do deserto, a hospitalidade era de tal forma um dever sagrado que cativou um Espírito como o beatificado Charles de Foucauld, que nela vislumbrou a atracção hierática que viria a consumar na Religião dos Seus, embora não por uma das vias mais popularizadas. Nada disso sucede na Turquia de hoje. 25.000 fanáticos reuniram-se numa manifestação contra a visita do Papa, sinal de abertura diálogo e Paz que eles não querem, com a agravante de ter o repugnante comício sido convocado institucionalmente por um partido político. Parece-me evidente qual a retribuição apropriada a gente desta, quando bata à porta de nossa casa. Isto, admitindo a contragosto que esta União Europeia o seja.

sábado, novembro 25, 2006

Prolongar o Martírio

.

Pena, muita pena, que a lenda de Santa Catarina de Alexandria esteja a perder terreno, por força da espalhada teoria de que será uma versão cristã de Hipátia e pelas dúvidas alimentadas pela própria Hierarquia Católica. Porque a Sábia que vencera, convencera e convertera 50 eruditos, após discussão teológica, recusara o casamento com o o Imperador Maximino na imagem a seus pés, miraculosamente resistindo ao tormento das rodas que, partindo-se, teriam, com pedaços disparados em várias direcções, morto uns quantos sanguinários que se preparavam para saborear o espectáculo e resistira à fome suspensa numa gaiola, porque alimentada por uma pomba, reunia para além da Fé e do Saber, as influências da Justiça e da Paz que formam o quarteto das virtudes que, com a lealdade, mais prezo. Por isso os Livreiros a continuam a preferir como Patrona aos benquistos pelas autoridades eclesiásticas São Jerónimo e São Lourenço. Os Advogados Lhe lançam olhares, apesar da oficialidade de S. Ivo. E os Filósofos, os Teólogos, as Estudantes e as Virgens não a esquecem.
Um ditado francês diz em rima que chegados ao dia Dela, este 25 de Novembro, se afere o rigor do Inverno: se fizer frio, a invernia será rigorosa. Devo dizer que pela primeira vez neste mês coloquei um agasalho, por casa.

sexta-feira, novembro 24, 2006

Diminuições da Vida

.


No aniversário de Toulouse-Lautrec, o inevitável cotejo entre a vida que só moderadamente percorreu e que eternamente procurou. O Pintor a quem desagradava utilizar modelos profissionais por os considerar «mochos empalhados», ao passo que nas locatárias dos lupanares encontrava vida, estava afinal a tentar descortiná-la num panorama falso, tanto como o álcool que defendeu dever ser bebido pouco mas frequenteente, até que cedeu e juntou ambas as formas. Procura da vitalidade afinal que nos surge como dramático substituto das lesões impeditivas do crescimento que lhe tolheram uma perspectiva de existência entre a nata social, para o fazerem lutar por um respeito diferente do que as dimensões semelhantes às do nanismo assimilavam ao dispensado aos bobos. A vida mais pronunciada, a da imortalidade estava afinal na arte, não nos seres animados que pintava. Estas duas figuras de «Abandono», pertencentes à sua série final, introduzindo uma brecha na proximidade sáfica de outras obras, tanto podem transmitir a ideia de defesa como de desistência, afinal as duas atitudes que marcaram a sua biografia.

 Posted by Picasa

quinta-feira, novembro 23, 2006

Vidas Sem Qualidade

.

«Insónia», de P. Erik Keys. Posto-a no seguimento da leitura do inquérito que dá os catalães como sendo de entre os Espanhóis os que dormem pior, ficando a parte de leão atribuída às poucas horas de sono e ao stress. Poder-se-ia pensar que uma e outra seriam inerentes a uma sociedade que se arroga da liderança no trabalho e na produtividade, a qual obrigaria a uma mitigação do descanso. Entroncando nessa explicação, mas bifurcando para um patamar mais marcadamente axiológico, talvez não seja alheio o facto de a concepção da qualidade de vida na opção mais votada pelos habitantes da região radicar em «ter dinheiro», o que vem reafirmar ser a materialidade elevada a procura prioritária demasiado consumptiva do indivíduo para que sobre espaço para o repouso. E nem tem legitimidade para se queixar quem prefere a bolsa cheia à tranquilidade. Por alguma razão foi por essas autonómicas bandas que a siesta menos saída encontrou, por entre os Povos da Espanha. É o tipo de inquietação por onde germinam os anseios de uma vida a solo como condição da felicidade. As noites mal dormidas explicam muita coisa.

quarta-feira, novembro 22, 2006

Real Aniversário

.

No dia do Aniversário da Duquesa de Bragança, Sua Alteza Real D. Isabel, cumpre esperar que a capicua do dia traga todas as felicidades Que desejar, bem como recordar a frase de Novalis segundo a qual «uma Rainha faz mais pela Monarquia do que 10.000 baionetas».

terça-feira, novembro 21, 2006

O Vale de Cada Noite

.

No aniversário de Magritte apetece-me publicar-lhe a «Seherazade», ou de como um encadeamento de pérolas pode evitar que se perca a cabeça e aplacar a sede do interesse em dose que reconcilie com o mundo e não dispense os recomeços. Uma condensação das razões de viver, por conseguinte, coisa bem esquecida dos dias que correm, em que tem preferência o recurso a qualquer fármaco, para garantir uma função, ou obviar a que outra siga o seu curso.

segunda-feira, novembro 20, 2006

Precedentes a Seguir

.


Mais uma partida da brincalhona da História fez com que a morte de Franco ocorresse no mesmo dia do mês que a de José António, que com Ele viria a partilhar o protagonismo supremo do Vale dos Caídos. Mas 20 de Novembro de 1975 teve outro significado, o de lembrar que é possível na contemporaneidade devolver os tronos roubados a Quem eles pertenciam por Direito.
Nada que outro 20 de Novembro, o de 1991, não reiterasse, com a restauração de Sihanouk como Soberano do Cambodja. Factos que nos devem fazer pensar: sendo a Coroa o meio que estes Dois Martirizados Países recorreram para sarar as horripilantes feridas das guerras civis, por que não enveredarmos por Ele para nos purgarmos de traumas, apesar de tudo, menores?
Coloquei «A Apoteose da Monarquia Espanhola», de Tiepolo e a escultura representando um soberano Khmer.

domingo, novembro 19, 2006

Relapso Adorador

.


Já publiquei outras imortalizações dela no misantropo, mas fazia falta, para subverter a calma e torná-la menos penada - Gene Tierney, a mais bela Morena do Cinema, no dia 19 de Novembro que evoca um de outro ano, em que nasceu. Oh Maravilha!

 Posted by Picasa

sábado, novembro 18, 2006

Presente do Tempo

.

Hoje comemora-se o nascimento de Daguerre, inventor de uma técnica de fixação de imagens tida por antepassada da fotografia, como a conhecemos. É curioso com o Homem que proporcionou os meios de mais fielmente contrariar o carácter perecível do instante, se tivesse, como pintor, deixado tomar pela inclinação para pintar ruínas de estilos antigos e figuras romanticamente deambulando pelo meio delas. Talvez obedecendo ao conteúdo do desabafo de Baudelaire, o qual, escarnecendo a fotografia, disse «ser inútil e entediante representar o que existe, porque nada do que existe me satisfaz». Não já assim quanto "ao que já não existe", talvez. Razão que me faz publicar não uma qualquer obra do homenageado, mas outra que dá conta do que parece ter sido o sentimento predominante nele: «O Artista Comovido Pela Grandeza das Ruínas Antigas», de Fuseli

sexta-feira, novembro 17, 2006

Cara Destapada

.

Raras vezes exulto com uma medida governativa da Holanda. Mas a anunciada proibição do uso da burka em locais públicos irmana-me ao poder da Haia. O comentário de dirigentes da Comunidade Islâmica do País, segundo o qual se trataria de medida ridícula por pouquíssimas Mulheres a usarem nos Países Baixos demonstra, ao invés que a medida nada tem de risível e que não visa uma Religião, mas apenas aqueles que, escondendo-se, podem trazer um ambiente sombrio aos inocentes, coincidindo com a meia dúzia de radicais que quer fazer da Mulher a sua sombra.
Bom fim de semana.

quinta-feira, novembro 16, 2006

Cara Tapada

.

Muitos autores reconhecidos têm sublinhado a semelhança da apresentação de dois opostos, os terroristas quando promovem comunicados à Imprensa e os membros de elite das forças policiais, uns e outros com as caras e cabeças cobertas por capuzes. Pois nos jornais dos últimos dias irritou-me sobremaneira ver polícias comuns em igual preparo, reivindicando profissionalmente. Não se tratava já de evitar que os adversários os assassinassem, mas de procurar impedir que as próprias chefias sobre eles exercessem represálias. Com esta trivialização do look dos responsáveis pela morte, contra a legalidade ou ao serviço dela, estendendo o disfarce ao quotidiano laboral, que admira que a figura entre no dia a dia, como uma marca de café, por exemplo?
A continuarmos assim, lá vão por água abaixo os argumentos que impeçam as Mulheres Islâmicas de andar com a cara coberta.

quarta-feira, novembro 15, 2006

Tempo de Calar

.


«Ela Chamou a Chuva», de Richard Milo. De acordo, mas depois da molha que apanhei hoje não se pode calar o raio da Squaw?

terça-feira, novembro 14, 2006

O Nome da Catástrofe

.


Não esqueço que foi num dia 14 de Novembro que a Bela Galiza teve de suportar a hedionda e negra ironia de um nome que nada trouxe senão destruição. O Prestige afundou-se e com ele o litoral de uma das mais belas regiões do Mundo. Ao Çamorano e a todos os Amigos Galegos que me possam ler, um grande abraço de solidariedade.

segunda-feira, novembro 13, 2006

O Terrível da Santidade

.


Dia do Nascimento de Santo Agostinho. Grande filósofo, escritor e Santo, deixa, contudo o travo amargo da exageração dos conversos que atestasse o abandono da preenchida vida sexual que antecedera. Isso era o menos; mas ao estender o Pecado Original da desobediência à concupiscência do casal Adâmico, viria a ser o responsável por uma transmissão exagerada da carga maligna de que a paulatina construção dogmática em contrário só se livrou neste mesmo ano, com a proscrição das concepções do Limbo. Fiquemos com «A Conversão de S.A.», de Gérard de Lairesse.

domingo, novembro 12, 2006

Idolatria Minha

.


No aniversário de Rodin homenageio-o e à Mulher, no sentido de Género, publicando «O Eterno Ídolo». Como ele disse, «A forma nua do Homem não pertence a qualquer momento particular da História; é eterna, e pode ser olhada com alegria por gente de todas as idades». A Descendência de Eva não precisou de elaborar uma frase tão trabalhada para afirmar o mesmo. Bastou-Lhe existir.

sábado, novembro 11, 2006

A Grande Sinédoque


Honrar o Soldado Desconhecido começou em Inglaterra, um ano antes. Mas foi a influência francesa que se repercutiu por cá, a partir do correspondente início, em 1921. E nesse País as honras prestadas a um Caído em Verdun, cujos restos impossíveis de identificar representassem todos os Combatentes mortos foram instituídas no dia 11 de Novembro, data do Armistício exagerado, prenúncio dos Tratados de Paz alfim revelada provisória, que se seguiram.
Diante da Memória Dos que tombaram, qualquer que fosse o lado cujo uniforme foram dignificando, inclino-me em revefrência sentida e profunda.

sexta-feira, novembro 10, 2006

Memória da Arrogância

.


Foi em idêntico dia 10 de Novembro de 1793 que os revolucionários franceses, num quadro de proibição do Cristianismo a que nem faltou a hedionda iconoclastia, se resolveram à profanação suprema, celebrando o Culto da Deusa Razão, na Igreja de Nossa Senhora de Paris. Nada mais sugestivo do egotismo de querer erguer a abstracta e não-confirmada capacidade mental do indivíduo ao Lugar Daquela que simbolizava o Amor que necessita do Outro a quem se dirige e sem o qual o homem é um monstro sem estatura.
Apesar disto, bom fim de semana.

quinta-feira, novembro 09, 2006

Fastos e Fatuidades

.
Quer a eterna brincalhona que é a História que no mesmo dia 9 de Novembro tenham ocorrido na Alemanha, com cinquenta e tal anos de diferença, dois eventos que exploravam o anúncio da unidade de um Povo, acentuando, no entanto as diferenças entre os seus membros. Nos anos 1930´s uma sucessão de equívocos levou um activista judeu a protestar contra o Nacional-Socialismo matando um diplomata germânico que se opunha àquele e milhares de pessoas a reagirem, na célebre Noite de Cristal, contra esse acto individual, atacando as pessoas e os bens de muitos inocentes hebreus que nada tinham a ver com o caso.
No fim dos anos oitenta foi o momento que uma geração como a minha, criada na Guerra Fria, nunca acreditou que viesse a testemunhar, com o derrubamento do Muro de Berlim. Em nome da Unificação das duas metades alemãs, vieram todos os habitantes da parte oriental disponibilizar-se a sofrer o impacto de uma economia para a qual não estavam preparados, num sacrifício impar, querendo sentir extintas as separações físicas da sua Nação. Os apartamentos em sede de problemas sociais, contudo, apesar do enorme esforço, acentuam-se a olhos vistos. E a Espécie Humana não suporta demasiada espiritualidade...
Mas no conteúdo voluntário da segregação está toda a diferença da consequência destes eventos.

quarta-feira, novembro 08, 2006

O Bode

.


Bode porque o pé fendido do dito lembra o outro Chifrudo a que é assimilado por todos os que se opõem à presente actuação Norte-americana no Iraque. Tivesse sido antes das eleições midterm e teria um sentido útil. Assim, não passa do mais expiatório dos caprinos.
Um homem muito inteligente, mas do pior tipo: o que tem uma confiança ilimitada no que quer que a realidade seja, em vez de a observar e reagir em função dela. É agora sacrificado, numa esperteza do Patrão, que tenta assim reduzir aos azares da gerra a insatisfação, para evitar que se repise o que toda a gente viu - uma classe de políticos que se deixou contaminar por demasiados comportamentos impróprios.

terça-feira, novembro 07, 2006

A Consumpção

.


Ninguém tem falado porque é longe. Mas quando leio sobre os fogos terríveis que estão a afligir a massa de vegetação da Califórnia, mancha muito maior do que os nossos pobres bocados de floresta ardida, que têm tomado, por vezes literalmente, a vida dos bombeiros. No dia de anos de Zurbaran, o seu «Hércules Ardendo», na túnica que o centauro impingira à sua amada. Também é uma força da Natureza que se está a queimar, nos nossos dias.

segunda-feira, novembro 06, 2006

Algo Que me Fez Chorar

Foi neste mesmo dia 5 de Novembro, em 1994, que eu, indivíduo cheio de reservas quanto ao modo de vida norte-americano e às relações do Poder que dessa comunidade emergem, com o resto do Mundo, chorei e rezei por um ex-Presidente daquele País. Não é puxar ao choradinho, julgo-o antes sincera comoção perante um Homem assumindo a inevitabilidade da decadência que a doença traz, com a bravura sem bravata, o panache de sempre e a tocante transcendentalidade de falar no penoso Futuro que esperava a Mulher, em vez de lastimar o próprio.
Ronald Reagan não pertencia à minha religião. Quando, todavia, anunciou aos seus compatriotas que sofria de Alzheimer a imensa carga trágica que a realidade confere deu ao eterno «actor de segunda» a solidariedade de todas e o desempenho da Sua Vida - aquele que não precisava de encenar:
My fellow Americans,
I have recently been told that I am one of the millions of Americans who will be afflicted with Alzheimer's disease.
Upon learning this news, Nancy and I had to decide whether as private citizens we would keep this a private matter or whether we would make this news known in a public way. In the past, Nancy suffered from breast cancer and I had my cancer surgeries. We found through our open disclosures we were able to raise public awareness. We were happy that as a result, many more people underwent testing. They were treated in early stages and able to return to normal, healthy lives.
So now we feel it is important to share it with you. In opening our hearts, we hope this might promote greater awareness of this condition. Perhaps it will encourage a clearer understanding of the individuals and families who are affected by it.
At the moment I feel just fine. I intend to live the remainder of the years God gives me on this Earth doing the things I have always done. I will continue to share life's journey with my beloved Nancy and my family. I plan to enjoy the great outdoors and stay in touch with my friends and supporters.
Unfortunately, as Alzheimer's disease progresses, the family often bears a heavy burden. I only wish there was some way I could spare Nancy from this painful experience. When the time comes, I am confident that with your help she will face it with faith and courage.
In closing, let me thank you, the American people, for giving me the great honor of allowing me to serve as your president. When the Lord calls me home, whenever that day may be, I will leave with the greatest love for this country of ours and eternal optimism for its future.
I now begin the journey that will lead me into the sunset of my life. I know that for America there will always be a bright dawn ahead.
Thank you, my friends. May God always bless you.
Sincerely,
Ronald Reagan

domingo, novembro 05, 2006

A Mais Bela Inglesa?


Assim chamaram a este Cocktail em que entraram também sangue irlandês, espanhol e francês. Com carreira relativamente curta coroada pelos picos de Scarlett e Blanche, passou, entre outros por uma lacrimosa mas funcional «WATERLOO BRIDGE», tão amada pelos regedores do cinema soviético pelo realismo com que seria, alegadamente, tratado o «miserabilismo burguês da venda do corpo» e por mais uma «CLEOPATRA» inacreditável mas que entretinha. Fez por na Vida se rodear da aura de infelicidade e namoro com a Morte, a que a frustração ou decadência das personagens que encarnou fortaleciam a coerência. Invejando Evita por morrer aos 32 anos, dizendo-se Escorpião, na vertente autofágica e destrutiva de si, encontrando-a na doença e no divórcio sem as cenas que o casamento com Olivier exibira, acabou por misturar realidade e interpretação, sem se deixar, no entanto, dominar pelo perfil de uma personagem única, como aconteceu a outros.
Chamava-se Vivian Leigh e nasceu a 5 de Novembro.

sexta-feira, novembro 03, 2006

Justiça Quarentona

É a melhor: falo não da aplicação dela por pessoas de tal estrato etário, mas dos quarenta anos a que foi condenado um pai indigno que, vivendo no Ocidente, insistiu em práticas incompatíveis com a maneira de ser do nosso Hemisfério e afrontadoras do pouco que nos une. A excisão é um tema complexo... em África, onde crenças ancestrais a dão como maneira de eliminar a «Mulher como armadilha» e interpretações paranóicas do Islão a induzem, ao mutilar palavras do Profeta, segundo as quais «não se deveria proceder a um corte radical, por ser melhor para a Mulher». Tirando as Somális, que maioritariamente a querem manter, é uma barbaridade contra a qual a Metade Feminina de África muito luta mas nem tudo vem podendo. Algo que me espantou foi a idade da vítima, pois pensava que se procedia a este disparate pelos 4-5 anos, ou, mais tarde, aquando do surgimento das regras. O que me faz suspeitar de que seja um desenraizado a querer compensar-se à custa alheia, a de uma Indefesa.

quinta-feira, novembro 02, 2006

Querer Saber

.


Jean-Baptiste Siméon Chardin era um ilustre nascido de dois deste mês. A par de «A Primeira Saída», de Renoir, «Bola de Sabão» é o melhor que conheço sobre a curiosidade humana. A que não é abrangida pela bisbilhotice, já se vê.

quarta-feira, novembro 01, 2006

Nota de Tristeza

Não consigo colocar imagens. Mas posso deixar uma nota pessoal triste, aceca do 1 de Novembro, dia que foi adstrito a honrar os muitos Mártires do tempo de Diocleciano, pois além do Precursor, a princípio, apenas Os que tinham acedido à Palma eram homenageados com especificidade. Mais tarde estendeu-se a Todos os Que, pouco ou nada conhecidos, viveram Vidas de Santidade.
E no entanto esta data que devia ser feliz, é para mim de tristeza imensa, porque faz hoje dois anos que desapareceu a gata de que mais gostava. Quereria pensar que um dia a reencontrarei.